Como Prevenir o Cancro da Mama

Uma das doenças que mais assusta as mulheres hoje em dia é sem dúvida o cancro da mama. É certo que esta doença depende em muito de fatores genéticos e os riscos aumentam com a idade, mas com autoexames, check-ups regulares e mamografias anuais ou bianuais (de acordo com orientação médica), pode ser detetada a tempo e o tratamento ser mais eficaz. Além disso existem pequenas ações do dia a dia, que lhe daremos de seguida a conhecer, que podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver cancro da mama.Como Prevenir o Cancro da Mama

Praticar exercício físico ao ar livre: uma vida sedentária aumenta o risco de sofrer desta doença, principalmente se existirem quadros de obesidade após a menopausa. Pratique exercício físico no mínimo meia hora por dia, de preferência ao ar livre. A exposição ao sol com moderação permite-lhe adquirir vitamina D que também é importante na prevenção. Por isso, faça caminhadas ou corridas matinais e convide uma amiga para aumentar a motivação.

Evitar a ingestão de gorduras: evite alimentos ricos em gordura, principalmente os de origem animal, como ovos, manteiga, enchidos e carnes vermelhas.

Aposte nos alimentos certos: os alimentos ricos em fibra e em vitaminas A, C e E são excelentes aliados. Além disso, existem alimentos que pela sua composição fortalecem as células, ajudando a prevenir tumores. Desta forma, inclua na sua alimentação diária couves de Bruxelas, couve-flor, nabo e repolho.

Moderação nos métodos contracetivos: apesar de existir uma discreta relação entre o consumo continuado de contracetivos e o risco de desenvolver cancro da mama, alguns estudos apontam que o risco aumenta com a toma prolongada de contracetivos (mais de cinco anos) em mulheres com menos de 40 anos. Aconselhe-se com o seu ginecologista sobre as alternativas indicadas para si.

Evitar o consumo de álcool: beber três a seis copos por semana pode aumentar até 15% a probabilidade de desenvolver um tumor. Para consumidoras diárias a probabilidade aumenta para 51%. Assim, o mais aconselhado é evitar ao máximo o consumo de álcool, principalmente as chamadas bebidas brancas, ou mesmo cortar radicalmente a sua ingestão.

Apostar no aleitamento materno: embora algumas mulheres comecem a por de parte o aleitamento após o parto, alguns estudos revelam que este tem inúmeros benefícios na redução dos fatores de risco de desenvolver cancro da mama. É aconselhável amamentar os bebés entre seis meses a um ano, no mínimo, de forma a potenciar a prevenção.

Cuidado com tratamentos hormonais: são comuns os tratamentos hormonais com recomendação médica durante a menopausa. No entanto, é aconselhável que a duração do tratamento seja a mais reduzida possível e que também as quantidades de hormonas sejam moderadas, pois de outra forma aumenta o risco de desenvolver cancro da mama.

Certamente que nenhuma mulher está livre de desenvolver esta doença, mas a prevenção é um forte aliado. Os conselhos que lhe deixámos podem realmente fazer a diferença e diminuir em muitos os riscos de padecer de cancro da mama.

Faça o seu comentário

Powered by WordPress | Designed by: best suv | Thanks to trucks, infiniti suv and toyota suv