Como tratar a dermatite atópica do bebé

A dermatite atópica é uma doença que afeta mais de uma criança em 10. Esta afecção inflamatória leva a que a pele fique seca e provoque lesões tipo eczema (vermelhidão, coceira, bolhas e crostas). Saber como tratar a dermatite atópica do bebé é importante para minimizar a dor e o desconforto do mesmo e também a preocupação dos pais.

A dermatite atópica evolui por surtos até desaparecer, com fases alternadas de pele pouco ou quase nada e muito inflamada. O tratamento tem como objetivo atrasar o aparecimento dos surtos e aliviar o desconforto que causam ao bebé, por isso os cuidados diários são importantes e em muitos casos podem garantir o sucesso do tratamento da dermatite atópica.

O que é a dermatite atópica?

Anteriormente conhecida como eczema constitucional, hoje esta doença é mais conhecida como dermatite atópica ou eczema atópico.

Pele atópica recém nascido

Mesmo sem dados ou números exatos sobre o número de pacientes que sofrem de dermatite atópica, estima-se que 10% das crianças e bebés sejam afetadas com esta doença. Tendo em conta os números e ocorrência, saber como tratar a dermatite atópica do bebé é uma forma de estar preparado para enfrentar a doença, a partir dos primeiros sintomas.

O eczema atópico ou dermatite atópica é uma doença de pele que afeta principalmente crianças que nascem numa família predisposta a alergias. Ainda não está bem esclarecido as verdadeiras causas da dermatite, mas pode ter causas genéticas. Dois terços de todas as crianças com dermatite atópica têm pais com alergias. Os primeiros surtos e sintomas ocorrem geralmente a partir de 3 meses. A doença tende a desaparecer de forma espontânea por volta dos 3-4 anos.

A dermatite atópica deve ser diagnosticada por um médico especialista ou pediatra. Certas erupções e irritações da pele podem também ser causadas por produtos químicos contidos nos produtos de higiene e limpeza, como shampoos, detergentes de lavar a roupa e amaciantes. Pode tentar mudar estes produtos para ver se isso traz alivio ao bebé.

É essencial que se estabeleça o diagnóstico médico, para que seja possível saber como tratar a dermatite atópica do bebé com um tratamento adequado.

Quais os sintomas da dermatite atópica?

Esta doença é caracterizada pela presença de manchas vermelhas e por comichão, podendo levar a erupções e crostas. Estes sintomas aparecem normalmente atrás dos joelhos, orelhas, e cotovelos. A pele torna-se muito seca, em praticamente todo o corpo.

Os primeiros sintomas são precisamente a pele seca, a comichão e o desconforto. Mais tarde, por volta dos 3 a 6 meses, outros sintomas aparecem como a vermelhidão associada com comichão e pele seca.

Nos bebés recém-nascidos, o diagnóstico pode ser difícil no início, dada a ausência de marcas e vermelhidão. No entanto, perante algum distúrbio de sono do seu bebé e desconforto e choro constante, um médico ou pediatra devem ser consultados de imediato.

Não existe nenhum teste ou exame que faça o diagnostico imediato da dermatite atópica. O diagnóstico desta doença é clínico e feito pelo médico. Para saber como tratar a dermatite atópica do bebé é essencial ter este diagnostico em mãos, pois só assim é que se pode aceder a determinados tratamentos e receitas médicas.

Tratamento da dermatite atópica do bebé

O tratamento depende da gravidade da doença. Na dermatite leve com sinais de vermelhidão e pele seca, uma loção ou creme hidratante, particularmente gordurosos e sem perfume podem ser suficientes. Existem muitos cremes para a pele atópica do bebé, mas a resposta do tratamento é uma questão individual. O que numa criança faz bem na outra pode não fazer. Experimente loções e cremes variados e descubra qual é o mais adequado para a pele do seu filho.

Evite os cremes à base de água e perfumes, que podem conter agentes irritantes. Os cremes hipoalergénicos são os mais apropriados e estão disponíveis na farmácia. Se o eczema estiver muito seco, as pomadas com ureia podem ajudar, porque mantém a hidratação da pele seca e irritada.

É muito importante manter a pele do bebé sempre hidratada mesmo fora das crises de agravamento. A hidratação várias vezes ao dia, evitará que a pele seque excessivamente.

Tratamento médico

Para o tratamento da dermatite atópica, o médico geralmente receita pomadas com esteróide ou cortisona. As pomadas com doses fortes de esteróides são para eczemas graves e só devem ser utilizadas com indicação médica. Se a dermatite atópica não responde ao tratamento do pediatra, o bebé normalmente é encaminhado ao dermatologista, especializado neste tratamento.

Se o prurido da pele atópica é particularmente irritante e perturba o sono do bebé, por vezes os médicos poderão prescrever anti-histamínicos para serem tomados por via oral, de modo a aclamar e reduzir a comichão. No entanto, este não é o tratamento mais habitual. A sonolência é um dos efeitos secundários deste medicamento. Consulte com o médico e não use anti-histamínicos sem o seu consentimento.

O que acontece quando há inflamação?

A dermatite atópica pode ser agravada por infecções da pele, muitas vezes causadas por arranhões que sangram e causam inflamação. Neste caso, o uso de antibióticos orais pode ser necessário para combater a infecção. Em alguns casos uma pomada antibiótica pode ser suficiente, se a zona da pele inflamada é pequena, no entanto, áreas maiores o uso de antibióticos orais é por vezes indispensável.

O que mais pode fazer para evitar as erupções de dermatite?

  • Os bebés amamentados só com a leite materna durante, pelo menos, os quatro primeiros meses, pode ajudar a evitar que sofram de dermatite e outras alergias.
  • Em algumas crianças o aparecimento da dermatite pode dever-se à alergia ao leite de vaca. Se o seu bebé é alimentado com leite infantil, o médico pode recomendar uma fórmula que contém proteína hidrolisada. O leite de soja e de cabra não são recomendados nestes casos.
  • Há alguma evidência, embora seja necessário mais investigação cientifica, de que a ingestão de bactérias probióticas (seja como suplemento dietético ou alimentos como o iogurte) durante a alimentação na gravidez, pode reduzir as hipóteses da criança desenvolver dermatite atópica.

Para além do tratamento recomendado pelo seu médico ou pediatra, estas técnicas podem ajudá-lo a saber como tratar a dermatite atópica do bebé:

  • em casa, não aqueça demasiado as divisões, sobretudo o quarto onde dorme o bebé
  • utilize humidificadores
  • vista o seu bebé com roupas de algodão e não com tecidos sintéticos ou lã áspera
  • não vista o seu bebé com roupas demasiado quentes
  • evite os banhos quentes, porque secam a pele e aumentam a comichão. A água de banho deve ter uma temperatura agradável e morna abaixo dos 35 graus
  • não faça banhos demorados, 10 minutos de banho é sufeciente
  • corte as unhas do bebé de forma a não irritar ainda mais a pele em caso de arranhões

O calor faz com que a pele seca se torne ainda mais seca e provoca ainda mais crostas e irritação. Alguns especialistas pensam que a ingestão de certos alimentos pode agravar a dermatite. Então, pode ser uma opção retirar esses alimentos. Mas não altere a alimentação do bebé sem antes falar com seu médico.

Para saber como tratar a dermatite atópica do bebé não existe ninguém melhor que o seu médico ou pediatra. Aos primeiros sintomas, consulte-o e implemente estas técnicas para aliviar o incómodo do bebé.

Faça o seu comentário

Powered by WordPress | Designed by: best suv | Thanks to trucks, infiniti suv and toyota suv