Como usar a prancha de cabelo

Hoje em dia, a maioria das mulheres tem em casa uma prancha para alisar o cabelo. Estes aparelhos são ótimos pois permitem um look mais elegante sem ter necessariamente de ir ao cabeleireiro. Todavia, nem todas as mulheres sabem utilizar corretamente a prancha e persistem sempre dúvidas sobre que produtos usar para complementar a ação do aparelho.

Revelamos-lhe aqui todos os segredos para conseguir tirar maior proveito da sua prancha de cabelo. É rápida e cómoda de usar, mas é necessário saber como usar a prancha de cabelo, porque a temperatura muito alta diretamente sobre o cabelo, pode danificá-lo, por isso é importante, tanto quanto possível, minimizar alguns dos seus efeitos negativos.

Como usar a prancha de cabelo?

A prancha deve ser usada num cabelo lavado e bem seco. Nunca se deve utilizar a prancha com os cabelos ainda húmidos, pois é certo que o calor da prancha em contacto com os cabelos molhados, irá queimá-los. Existem produtos no mercados indicados para acompanhar a utilização da prancha, os chamados “protetores térmicos”, que devem ser aplicados imediatamente antes do processo de alisamento para proteger o cabelo.

Ajuste a temperatura da prancha ao seu tipo de cabelo: o cabelo fino é mais sensível e portanto mais propenso a sofrer danos, neste cabelo 150 graus é o mais adequado. Para cabelos normais, 180 graus são suficientes. O cabelo grosso é mais forte, podendo alcançar 200 graus. Mas lembre-se que quanto mais alta é a temperatura mais prejudica o seu cabelo. Sendo assim comece já a seguir o processo de alisamento.

Como utilizar a prancha de cabelo:

  • Escove bem o cabelo antes de começar, de modo a facilitar a ação da prancha. Certifique-se que a temperatura da prancha não ultrapassa os 180º e pode começar a utilizar o aparelho no cabelo seco. Seque o cabelo suavemente com um secador de cabelo na intensidade média.
  • Antes de começar a usar a prancha para o cabelo, aplique o protetor térmico em todo o cabelo, assim, reduz os danos produzido por este aparelho no cabelo.
  • Divida o cabelo em quatro partes, e prenda três partes com com molas ou elásticos, deixando solta uma das partes da nuca, para começar o alisamento.
  • Selecione uma pequena madeixa de cabelo e passe a prancha da raiz até às pontas, de forma rápida, sem deixar a prancha demasiado tempo no mesmo sítio – pois além de deixar marcas, é prejudicial para o cabelo.
  • Selecione outras madeixas e repita o processo, passando depois às outras partes do cabelo. Nunca passe a prancha mais de três vezes numa madeixa.
  • Para a franja existem pranchas mais pequenas e estreitas que permitem maior aproximação à raiz.
  • Durante o processo é comum passar-se a mão pelo cabelo de modo a alisar, mas é algo que não ajuda em nada, pois o contacto dos dedos com o cabelo torna-o mais oleoso e dificulta a ação da prancha.
  • Após o alisamento, passe um sérum para cabelos (mas em pouca quantidade) de modo a proteger o cabelo da humidade externa.

A prancha estraga o cabelo?

Sim. O seu uso excessivo e sem produtos que atenuem a sua ação, provoca a desidratação do cabelo. Existem as pranchas de cerâmica, que são menos prejudiciais do que as de titânio, pois distribuem o calor mais uniformemente na placa, evitando que os cabelos fiquem sujeitos a oscilações de calor, mas mesmo estas devem ser acompanhadas de cuidados extra.

De todas as formas não use diariamente a prancha do cabelo, mesmo que esteja satisfeita com os resultados, não é bom usá-la todos os dias. A prancha funciona a uma temperatura muito alta, sendo por isso uma técnica agressiva, apesar de seguir todos os cuidados necessários. Não faça da prancha o complemento ideal da sua rotina de beleza, reserve para ocasiões especiais. Talvez também lhe convenha saber como usar bem o secador sem estragar o cabelo.

Outros cuidados a ter

O uso da prancha não é aconselhado a crianças menores de 14 anos e em todo o caso deve haver supervisão de um adulto de forma a evitar queimaduras (testa e orelhas são as zonas mais suscetíveis). Se está a fazer um tratamento antiqueda de cabelo, o uso da prancha também é desaconselhado. Para cabelos finos ou pintados a temperatura não deve passar os 150°, pois estes são mais suscetíveis a sofrer danos – os cabelos pintados podem até sofrer alteração de cor se a prancha estiver demasiado quente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.