Como reduzir o Suor das Axilas?

O suor tem com função controlar a temperatura do corpo e por isso é essencial. No entanto, quando em excesso, principalmente na zona das axilas, pode sem dúvida causar desconforto e constrangimentos. Felizmente longe vai o tempo em que este era um problema difícil de controlar. Hoje em dia existem diversas formas de reduzir o suor das axilas, mesmo os casos mais extremos.

São vários os fatores que promovem a transpiração nas axilas, stress, calor, nervosismo. Mas como ningúem gosta de axilas húmidas, com odores desagradáveis e manchas na roupa, aqui pode descobrir soluções simples para minimizar este problema.

Como reduzir o suor nas axilas

Como reduzir o suor nas axilas

Uma boa higiene diária é da maioria importância para controlar os odores corporais, mas não é o único aspeto a ter em conta. Para reduzir o suor nas axilas, há pequenos gestos que podem fazer a diferença. Não se pode dizer que se consiga manter as axilas completamente livres de suor, mas estes pequenos gestos podem controlar o problema e evitar odores desagradáveis:

  • Usar roupa de algodão: as fibras naturais, ao contrário das sintéticas, deixam a pele respirar e evitam a acumulação de suor e consequentemente a proliferação de bactérias que provocam o mau cheiro.
  • Evitar alimentos como a cebola e o alho, pois alteram o odor e podem torná-lo mais forte. É também de evitar o caril, pimenta, cominhos e gengibre, assim como a ingestão de bebidas alcoólicas e café.
  • Depilar as axilas pode ajudar, pois ao eliminar os pelos, estes não retém o suor e consequentemente a proliferação de bactérias é reduzida.
  • Manter um peso ideal: o excesso de peso ou a obesidade provocam a libertação de mais suor pois a gordura funciona como isolante térmico.

Desodorizante ou antitranspirante – qual o melhor para reduzir o suor nas axilas?

Estes dois produtos são normalmente utilizados como se do mesmo produto se tratasse, mas têm na verdade caraterísticas diferentes. Enquanto o desodorizante tem a função de diminuir o odor provocado pelo suor e bactérias, o antitranspirante forma uma barreira nos poros que diminui o próprio fluxo do suor.

O desodorizante reduz também a quantidade de bactérias, mas o antitranspirante vai mais longe e elimina-as. No entanto, alguns especialistas não aconselham a utilização deste último, pois a sua ação bloqueia os poros e pode ter efeitos negativos. Para a maioria das pessoas, o uso de desodorizante é suficiente para reduzir o suor nas axilas, sendo o antitranspirante mais adequado a quem tem um fluxo muito elevado, sendo mais adequado para tratar a transpiração excessiva.

Quem procura uma solução mais natural para reduzir o suor das axilas, a pedra de alúmen, pode funcionar para alguns casos, embora apenas reduza um 30 % da transpiração. Este desodorizante é uma pedra mineral que consiste em sulfato de alumínio e potássio, conhecido também como cristal de alúmen. O Alum encontra-se na natureza, como uma pedra transparente. No entanto, o alúmen natural é mais caro, sendo que muitos dos desodorizantes com pedra de alúmen são de origem sintética.

O que é a hiperidrose?

É uma disfunção glandular que faz com que a pessoa transpire excessivamente. Embora para quem não padeça do problema, possa parecer irrelevante, a verdade é que quem o tem vê a sua vida condicionada em vários aspetos. Em algumas pessoas, a transpiração é de tal forma excessiva que causa constrangimentos e afeta a vida social, principalmente se acompanhada de bromidrose (odor excessivo).

O problema não é facilmente controlado, sendo necessário recorrer a cirurgia para remoção das glândulas que provocam a transpiração ou a injeções de toxina botulínica, comummente chamada de botox. Se já tentou controlar a sua transpiração excessiva e nada resultou pode sofrer de hiperidrose. O melhor neste caso é aconselhar-se com o seu médico de família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *