Depilação a luz pulsada

A depilação a luz pulsada é um método de depilação definitiva bastante eficaz que permite eliminar definitivamente os pêlos corporais. A par da depilação a laser, esta é uma técnica revolucionária para remover os pelos supérfluos em poucas sessões, de forma rápida segura e eficaz. Através do tratamento pode ter a suavidade da pele e o conforto de um corpo sem pêlos que tanto sonha.

Fique a saber em que consiste a depilação a luz pulsada, como funciona o tratamento, quantas sessões são necessárias, preços, o tipo de pele mais adequado e a diferença entre a depilação a laser e luz pulsada! Embora tenha muitas semelhanças com a depilação a laser, são tratamentos diferentes.

Depilação a luz pulsada

Como funciona a depilação a luz pulsada

Através de energia térmica em forma de luz que é atraída pela melanina (pigmento responsável pela coloração do pêlo) a capacidade do folículo de produzir um novo pêlo é destruída. Desta forma, o aparecimento de novo pêlo é retardado ou completamente eliminado.

Para quem opta por este tipo de depilação é aconselhável que comece o tratamento no inicio do Outono, pois é importante que a pele não esteja bronzeada, para um melhor aproveitamento do processo. Por esse motivo devem ser evitados os banhos de sol e o solarium nas três semanas que antecedem o tratamento.

Quantas sessões de depilação a luz pulsada são necessárias

São necessárias várias sessões para garantir que todos os pêlos a tratar desaparecem, embora sejam visíveis resultados logo na primeira sessão. O número de sessões de um tratamento IPL depende de cada pessoa, do tipo de pele, do tipo de pêlo e da área do corpo a tratar. Normalmente são precisas 6 a 8 sessões de depilação a luz pulsada, com um espaçamento de 4 a 6 semanas entre si, garantindo a total redução e em alguns casos eliminação.

O intervalo entre as sessões da depilação a luz pulsada depende da zona a ser tratada e da rapidez com que o pêlo cresce. Por exemplo, hoje você faz uma sessão, depois de 3 semanas o pêlo cai. Quando volta a crescer, mais ou menos depois de 2 a 3 meses desde a última sessão, é quando você deve de realizar a próxima e, conforme vai passando o tempo, o intervalo entre as sessões é cada vez mais espaciado, porque o pêlo fica mais fino e fraco. Em todas as zonas, o pêlo deve voltar a crescer, para poder ser feita a próxima sessão.

O tempo que dura cada sessão de depilação a luz pulsada depende da zona do corpo e varia de pessoa para pessoa. Quanto maior for a zona, mais tempo vai demorar. Por exemplo, as pernas completas podem durar entre 1.30h e 2h cada sesão. Zonas mais pequenas, como as axilas cerca de 15 minutos.

Para quem é mais adequado

As pessoas de pele branca e cabelo escuro necessitam um menor número de sessões e costumam obter melhores resultados. Após cada sessão não convém expor a pele diretamente ao sol, uma vez que esta encontra-se sensibilizada pela luz. No caso de haver exposição da pele ao sol, convém usar um protector solar.

A depilação a luz pulsada não é adequada para pessoas de cabelo loiro claro, cinzento ou branco. Isto porque a luz pulsada usa um espectro amplo de luz que actua sobre a pele, mas não diferencia com precisão a melanina da pele e o pêlo, podendo provocar manchas na pele.

Para as pessoas com pele escura ou muito bronzeada, é também inadequado este tratamento. Sendo assim, é evidente que os melhores resultados serão obtidos quando existe contraste entre a cor do pêlo e da pele, por isso a depilação a luz pulsada apreseneta os melhores resultados em pessoas de pêlo escuro e pele branca.

Preços da depilação a luz pulsada

Os preços da fotodepilação IPL dependem da área do corpo a ser tratada e do seu tamanho, ou o facto de ser mulher ou homem, pois os preços para os homens são um pouco mais elevados. Em cada tratamento, são necessárias várias sessões para cada zona. No caso das senhoras e para ficarem com uma ideia aproximada do preço da depilação a luz pulsada, estes são alguns exemplos: uma perna inteira pode custar 150€, as axilas 35€ e as virilhas 40€, o buço 20€.

É um método de depilação definitivo?

Hoje em dia não existe nenhum método de remoção de pêlos definitiva. A fotodepilação IPL reduz bastante o crescimento do pêlo. No geral, entre 80% e 90% do pêlo deixa de crescer definitivamente e o que sai após o tratamento é mais fino e mais fraco.

IPL ou Laser – qual é o melhor

A depilação a laser e a depilação a luz pulsada são métodos de fotodepilação. A principal diferença entre eles está na forma de aplicação da luz. O laser funciona com um tipo de luz monocromático (de uma única cor), sendo por isso uma luz mais fácil de ser absorvida pela melanina, que é o pigmento que dá cor ao cabelo e à pele. As partículas que compõem o feixe de luz vão na mesma direção e viajam no mesmo comprimento de onda, razão pela qual o laser atua com mais precisão.

O tratamento de luz pulsada, também conhecido como IPL (Intensed Pulsed Light), funciona com um tipo de luz policromático (de várias cores) e o feixe de luz move-se em todas as direções com diferentes comprimentos de onda, fazendo com que este aparelho possa ser usado para tratar diferentes tipos de pêlo.

Mas perante a questão de qual é o melhor, se o laser ou a luz pulsada, nem sempre a resposta pode ser a mesma para todas as pessoas, porque tudo depende das necessidades e do tipo de pêlo e pele de cada pessoa. O laser, graças à sua precisão é o tratamento mais eficaz em peles claras com pêlos escuros, mas também é o mais caro. Uma das grandes desvantagens do laser é que ao ser mais agressivo, a pele vai necessitar um maior período de recuperação, após o tratamento.

O IPL é um método de depilação mais lento e necessita mais sessões, mas tem a vantagem de poder-se adaptar à maioria dos tipos de pele e pêlos em comparação com o laser, graças ao seu comprimento de onda variável. Uma das vantagens do IPL, é o facto de a pessoa não precisar de um tempo de recuperação, podendo continuar com a sua vida normal.

Mas o éxito do tratamento, quer de um quer de outro, depende de muitos outros fatores, em particular do tipo de equipamento, do profissionalismo e da seriedade do centro onde a pessoa decida fazer o tratamento. Informe-se primeiro se o tipo de aparelho que utiliza o centro de estética ou a clínica pode ser adaptado às necessidades e características da sua pele e pêlo, porque normalmente é preciso fazer um teste que avaliará a reacção da sua pele.

Contra-indicações deste método de depilação 

Algumas das contra-indicações da depilação a luz pulsada são, sobretudo para aquelas pessoas, em que este tratamento está contra-indicado, por encontra-se nestas situações:

  • Problemas cardiovasculares
  • Infecções da pele como herpes ou varicela
  • Casos extremos de fotossensibilidade
  • Grávidas ou amamentando. A gestante gera prolactina, uma hormona que altera a pigmentação da pele e pode deixar manchas
  • Tomar imunossupressores
  • Ingestão de medicamentos com princípios ativos fotossensíveis
  • Tratamento da pele com retinol

Quais são os riscos da depilação IPL?

Entre os riscos de depilação luz pulsada está a possibilidade, tal como qualquer depilador que usa a energia da luz, de que possa ocorrer um excesso de emissão de energia, podendo causar ligeiras queimaduras, que se evidenciam em alguma vermelhidão e inflamação da pele, mas que normalmente pode desaparecer passado 24 horas ou alguns dias, não deixando marcas. A pele vai necessitar cuidados posteriores, para reduzir os efeitos.

A depilaçao a luz pulsada pode causar uma ligeira sensação de dor, mas que é sentida de forma diferente de pessoa para pessoa. Durante o tratamento, o calor ao queimar os folículos, pode doer, mas muito pouco. As pessoas que estão costumadas à cera, são as que menos notam. A dor também depende da área a ser tratada, nas zonas mais sensíveis como as virilhas e axilas, será mais acentuado o seu efeito.

Vantagens e desvantagens da fotodepilação

Uma das grandes desvantagens da depilação a luz pulsada é a possiblidade de que alguns pêlos voltem a crescer após algum tempo porque existem folículos jovens que vão desenvolver-se no futuro. Em muitos casos só depois de seis a oito anos é que pode voltar a crescer aguns pêlos, por isso os especialistas recomendam uma manutenção anual para excluir o pêlo mais teimoso que possa surgir.

No entanto, os pelos não crescem com a mesma força e densidade, acabam por ficar mais finos e espaçados. Uma das vantagens que a fotodepilação apresenta é que pode aplicar-se em qualquer parte do corpo não só feminino mas também masculino. Outra das vantagens é a duração de cada sessão, que nunca ultrapassam os 50 minutos e o paciente pode imediatamente voltar às suas actividades normais.

A mulher está autorizada a usar lâmina ou creme depilatório ao longo do tratamento pois como o pêlo não é arrancado pela raíz, a sua estrutura dentro da pele é preservada, não interferindo no processo de tratamento. Contrariamente, os métodos de depilação que extraem os pêlos pela raiz (como a cera, pinça ou máquina) devem ser evitados quatro a seis semanas antes e durante o tratamento.

Aparelhos domésticos de luz pulsada

Os aparelhos de luz pulsada de uso doméstico estão disponíveis no mercado para depilar os pelos do corpo. Mas qualquer deles não tem a mesma eficácia que os aparelhos profissionais dos gabinetes de estética. Isto deve-se ao facto de que estes aparelhos têm muito menos potência.

Ao não emitirem tanta energia como o equipamento profissional, de modo a evitar queimaduras, o calor é insuficiente para destruir a raiz do pêlo. O pêlo é apenas cortado, e depois volta a crescer novamente. Mas se aposta por este método, pode pelo menos reduzir o crescimento dos pêlos com os aparelhos de luz pulsada para uso doméstico. Existem no mercado várias marcas de aparelhos de luz pulsada a partir de 150 euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.