Pedra de Alúmen – desodorizante natural, sim ou não?

Utilizar a pedra de alúmen como um desodorizante natural parece ser uma boa alternativa aos desodorizantes convencionais, mas existem muitas opções diferentes, e se não souber escolher, estará também a utilizar um produto com alumínio.

Os desodorizantes comuns à venda no supermercado são eficazes no combate aos maus odores mas à custa de riscos que podem comprometer um bem precioso: a saúde. Os estudos mostram que a grande parte dos anti-transpirantes e desodorizantes à venda nas cadeias de supermercados estão associados a um maior risco de cancro, por impedirem a secreção de suor pelas glândulas sudoríparas.

Pedra de alúmen, desodorizante natural?

Pedra de Alúmen - desodorizante natural, sim ou não?

A transpiração não é nada mais do que a forma natural do corpo regular a temperatura e eliminar toxinas. É imperativo procurar soluções alternativas que sejam eficazes no combate às bactérias que provocam os maus odores sem prejudicar o processo normal da transpiração. É neste contexto que surge a Pedra de Alúmen. A sua fórmula química é o sulfato duplo de potássio e alumínio e trata-se de uma pedra mineral com propriedades desodorizantes naturais.

Pedra de alúmen para que serve

Atua eficazmente no combate aos maus odores sem bloquear os poros ou infiltrar-se na pele. Pode esquecer a presença de substâncias como cloreto de alumínio, ftalatos, parabenos ou quaisquer substâncias nocivas presentes nos desodorizantes mais comuns, algumas delas associadas ao cancro da mama.

É recomendado mesmo para as peles mais sensíveis pois não causa irritabilidade nem alergias. A Pedra de Alúmen tem ainda um efeito calmante e cicatrizante pelo que pode também ser usada como after shave. Há ainda quem a utilize na planta dos pés para prevenir odores devido à transpiração.

Como usar a pedra de alúmen

Poderá usar este desodorizante natural de duas formas: no seu estado puro ou na forma de desodorizantes à base de Alúmen. Se optar pela pedra na sua forma natural –  pedra de alúmen em forma de stick, deverá molhar a pedra com água e passa-la nas axilas, o que formará uma película que controla o odor provocado pela transpiração. Existe ainda a versão em spray, que se vende na forma de um frasco com as pequenas pedras lá dentro, sendo necessário acrescentar água para que o produto fique pronto a usar.

Quanto à duração do efeito, embora algumas marcas prometam uma eficácia até 24 horas, irá depender do organismo de cada pessoa, sendo por vezes recomendada uma segunda aplicação após 8 horas. A pedra de alúmen, reduz apenas 30% da transpiração, em comparação aos desodorizantes convencionais, embora sirva para controlar o mau cheiro. E a nível estético, uma vantagem enorme é que este desodorizante não mancha a roupa.

Como escolher a melhor pedra de alúmen?

A pedra de alúmen é um mineral que existe na natureza, parecido a um cristal opaco. Tradicionalmente, sempre foi utilizado para os cuidados de beleza e na limpeza de tecidos. Nas lojas, encontra pedras de cristais em duas versões diferentes, a natural e a sintética.

Muitos desodorizantes de pedra de alúmen produzidas pela indústria da beleza, são sintéticos e não utilizam a pedra de alúmen 100% pura que está composta de alumínio de potássio. O alúmen é um cristal formado a partir de sal de potássio e sulfato de alumínio e potássio.

Há desodorizantes de alúmen falsos que têm quase tantos componentes nocivos como qualquer desodorizante convencional, podendo conter minerais de alúmen, mas sintéticos, não o alúmen de potássio – a pedra mineral natural, tal como se encontra na natureza. Esta diferença pode ser notada nos preços.

A pedra de alúmen falsa é fácil de reconhecer, é opaca, e na sua composição vem mencionado “ammonium alum” e o preço é bastante acessível, rondando os 3 euros em média. A melhor escolha é a pedra natural de alúmen, que pode ser reconhecida pelo seu aspeto translúcido e contém na sua composição “alúmen de potássio” ou potassium alum, sendo o seu preço mais elevado.

Opções naturais

Poderá adquirir a pedra em spray, pó ou stick, numa loja especializada em produtos naturais. A sua longa durabilidade compensa o custo acrescido, embora este não exceda geralmente os 7 euros. Tem várias opções à venda. O desodorizante em stick da Bioshop custa cerca de 6.20€ e promete uma duração de cerca de 1 ano. Deve para isso ser bem seco após cada utilização e conservado num local fresco e bem acondicionado já que se cair, a pedra poderá partir-se.

Sante, da Miosótis é um produto que custa 10.50€ mas que lhe pode garantir 2 anos de utilização. Uma duração que compensa largamente o preço elevado. Finalmente, no celeiro encontra produtos da marca natural sem químicos de qualquer natureza, por preços que rondam os 6 euros.

Pode a pedra de alúmen fazer mal?

No entanto, se o que realmente deseja é ver-se livre de qualquer tipo de alumínio, a pedra de alúmen, pode não ser para si, apesar de ser natural, existe muita controvérsia e opiniões contraditórias. São muitos os cientistas que dizem, que de uma forma ou de outra, isto é, natural ou sintético, não deixa de ter alumínio na sua composição. O nome fala por si, o cristal alúmen natural, também contém alumínio, mesmo que seja alumínio de potássio (alúmen de potássio), em vez de cloreto de alumínio dos desodorizantes convencionais.

A unanimidade a respeito, diz que as duas formas de alumínio não afetariam a nossa saúde da mesma maneira, sendo que o alumínio de potássio, permanece na superfície da pele, porque as suas moléculas são demasiado grandes para penetrá-la, e tem um efeito antibacteriano e seria eliminado pela transpiração. Em contraste, o cloreto de alumínio penetra na pele, contribuindo para a sua acumulação no organismo.

Como sabemos, o alumínio, está associado com o risco de cancro e doença de Alzheimer, mas estes riscos ainda não foram comprovados por estudos convincentes, embora haja muitos outros estudos que afirmem, que o alumínio é o um fator de risco destas doenças.

Mas, perante a falta de certezas absolutas e, se o que quer é jogar pelo seguro, e apesar de não estar totalmente provado que o alumínio pode causar cancro ou Alzheimer, recorra a outras opções variadas de desodorizantes sem alumínio e outros componentes nocivos que existe no mercado. Os desodorizantes naturais, à base de plantas sem qualquer tipo de alumínio e outros compostos nocivos são usados ​​como antibacterianos, sendo cada vez mais procurados para combater os odores desagradáveis das axilas.

Qualquer que seja o desodorizante que use, para minimizar possíveis efeitos adversos siga estes conselhos:
  • Aplique o desodorizante, se possível, uma única vez por dia, nas axilas bem lavadas e secas.
  • À noite, lave bem as axilas para desobstruir os poros de modo a que possam retomar a sua respiração.
  • Evite usar desodorizantes em peles com problemas de irritações ou que foram depiladas recentemente.
  • Se o que quer é um desodorizante sem sais de alumínio, não escolha anti-transpirantes já que estes inibem o suor produzido pelas glândulas sudoríferas, mas o suor não deve ser eliminado mas controlado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.